Bolsa Família 2019 – Calendário

Conheça o calendário do Bolsa Família 2019

O programa Bolsa Família 2019 é uma forma de garantir que famílias em situação de vulnerabilidade tenham acesso a saúde e educação. Através desse benefício ocorre a transferência direta de renda para brasileiros que se encontram em extrema pobreza.

calendario-programa-bolsa-familia-2019

São milhares de brasileiros que são beneficiados com o programa. É estimado que existam mais de 13 milhões de famílias atendidas anualmente e dados dão conta de que a situação dessas pessoas pôde melhorar devido ao recebimento do valor em dinheiro.

O calendário do Bolsa Família 2019 e dos anos anteriores é sempre divulgada no final do ano e fica exposta nas agencias da Caixa Econômica Federal para que todos os beneficiados sejam informados sobre a data dos pagamentos e assim possam se organizar em relação aos compromissos que serão sanados com o valor recebido.

O que é o Bolsa Família 2019

Para entender o que é o Bolsa Família 2019, é preciso mencionar que o programa de transferência direta tem o objetivo de auxiliar famílias muito pobres que tem dificuldade em ter acesso a saúde, educação e demais itens básicos a qualquer pessoa.

Os principais benefícios trazidos pelo programa são os seguintes:

  • Eliminar a fome e permitir a segurança oriunda da boa alimentação e nutrição adequada;
  • Eliminar a pobreza e outros meios de privação de milhares de famílias;
  • Impulsionar o acesso aos serviços públicos, principalmente, saúde, assistência social, educação de qualidade e segurança alimentar.

Tal benefício permite que os titulares e os seus dependentes consigam sair da situação de extrema pobreza e possam viver com mais dignidade e conforto

Assim como qualquer programa do governo, o Bolsa Família oferece direitos, mas também exige deveres das famílias participantes que precisam estar atentas para não perderem o benefício mensal.

Quem tem direito de participar do Bolsa Família 2019

Os brasileiros que tem direito de participar do Bolsa Família 2019 são as famílias consideradas em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Para que uma família seja considera extremamente pobre, a sua renda mensal deve ser de até R$ 85 por membro do grupo familiar. As famílias consideradas pobres são as que têm renda mensal por pessoa entre R$ 85 e R$ 170.

A regra para que as famílias consideradas pobres participem do programa é que tenham membros gestantes e ou crianças e adolescentes na faixa de 0 e 17 anos.

Para participar do programa, é preciso que a família se inscreva no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, conhecimento popularmente como Cadunico. A atualização cadastral deve ser feita a cada 2 anos ou sempre que ocorrerem mudanças.

As principais informações solicitadas são data de nascimento, nascimento de filhos, morte de componentes, adoção de filhos, separação conjugal, casamento e demais dados que provoquem qualquer alteração no grupo familiar.

Se não conhecer o endereço de nenhuma unidade do Crás, procure a prefeitura municipal da sua cidade. Não deixe de fazer o cadastro, pois ele é um dos pré-requisitos do Bolsa Família 2019. Embora seja uma das obrigações do solicitante do programa, estar cadastrado no Cadunico não significa que ocorrera a contemplação com o benefício, pois poderá ser constatado que o cidadão não atende a todos os requisitos básicos.

Relação de demais requisitos para o programa

Além de ter cadastro ativo e atualizado no Cadunico, existem outros requisitos importantes que precisam ser atendidos pelas famílias interessadas em participar do programa:

como-se-cadastar-no-bolsa-família

  • Participar da seleção feita pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome;
  • No caso da existência de membros gestantes, é preciso garantir o comparecimento às consultas de pré-natal, conforme o calendário disponibilizado pelo Ministério da Saúde;
  • Garantir a participação em atividades educativas oferecidas pelo Ministério da Saúde, quando relacionadas ao aleitamento materno e alimentação saudável, no caso de mães que amamentam;
  • Manter atualizado o cartão de vacina das crianças entre 0 a 7 anos de idade;
  • Realizar acompanhamento da saúde das mulheres entre os 14 e 44 anos;
  • Garantir a frequência e participação das crianças e adolescente pelo mínimo de 85% na escola e os jovens entre 17 e 18 anos é exigido no mínimo 75% de frequência.

Mesmo após o beneficio ter sido concedido, é preciso garantir que tais requisitos continuem sendo respeitados e seguidos de modo permanente.

Calendário de pagamento do Bolsa Família

O calendário de pagamento do Bolsa Família é divulgado no final de todos os anos e é levado em consideração o último número do NIS, desconsiderando os dois dígitos. O calendário vigente atualmente é o seguinte:

bolsa-familia-2019

Final 1 18 junho
Final 2 19 junho
Final 3 20 junho
Final 4 21 junho
Final 5 22 junho
Final 6 25 junho
Final 7 26 junho
Final 8 27 junho
Final 9 28 junho
 Final 0 29 junho

Com base o calendário de pagamento do programa Bolsa Família 2019 é preciso apenas aguardar o dia da liberação e comparecer a uma agência para efetuar o saque.