INSS Autônomo 2019 – Alíquota, Valor, Tabela

Contribuição autônoma INSS

Entenda um pouco mais sobre a contribuição autônoma com o INSS. Abaixo iremos explicar como funciona o valor, a alíquota e a tabela do contribuinte autônomo. Você poderá entender abaixo todas as informações sobre essa forma de contribuição. Mas antes vamos falar como você pode realizar seu cadastro no INSS como contribuinte autônomo.

Para se cadastrar no INSS como contribuinte autônomo você precisa ter o numero do PIS. Se você já trabalhou de carteira assinada esse número está na sua carteira de trabalho. Se essa é sua primeira inscrição no INSS você pode realizar a inscrição pelo site ou telefone do INSS. você só precisa ter 16 anos para começar a contribuir com o INSS e cadastrar o número do PIS. Pelo site ou telefone do INSS você irá precisar repassar algumas informações pessoais.

É pelo número do PIS que você é identificado pelo INSS e tem acesso aos benefícios. Por isso é necessário ter esse número para realizar o cadastro no INSS como contribuinte autônomo. Depois de ter acesso a esse número o que você precisa fazer para se cadastrar como contribuinte autônomo do INSS é acessar a página oficial.

Já na página oficial do INSS você precisa escolher o serviço de se cadastrar encontrado na página inicial. Depois escolherá a forma de contribuição como cidadão. Antes de finalizar a inscrição você irá precisar escolher a forma de contribuir. Cada forma de contribuição há uma alíquota diferente e um valor.

Abaixo entenderemos melhor qual a alíquota e o valor na tabela para contribuintes autônomos do INSS. Depois explicaremos como você pode emitir o guia previdência social para pagar o valor da contribuição.

inss-autonomo

Alíquota contribuição autônoma

Como dito acima quando você vai realizar seu cadastro no INSS como contribuinte autônomo precisa escolher qual a forma de contribuição. Mesmo sendo contribuinte autônomo é necessário escolher a forma pois há diversos valores nessa forma de contribuição. entenda agora como funciona a alíquota e o valor da contribuição como autônomo no INSS.

Uma das formas de realizar a contribuição normal como autônomo é a mensal. Nessa forma de contribuição você tem direito a aposentadoria por idade e por tempo de contribuição. Essa é a forma de contribuição mais usada pelo autônomos. O valor a contribuir nessa opção é 20% da sua renda mensal. Essa renda mensal não pode ultrapassar R$ 5.645,80.

Nessa forma você também pode escolher a contribuição normal trimestral do INSS. Nesse caso o valor do pagamento é 20% da sua renda trimestral. Contribuindo trimestralmente você tem os mesmo direitos que a contribuição autônoma normal mensal do INSS.

Além da forma de contribuição normal autônoma é a contribuição simplificada. Nesse caso a alíquota é menor porém dá direito apenas a aposentadoria por idade. Na contribuição simplificada como autônoma a alíquota é de 11% da sua renda mensal. Essa alíquota é válida também para a contribuição simplificada trimestral como autônomo.

Depois de escolher a forma de contribuição você pode finalizar seu cadastro no INSS como contribuinte autônomo. Agora vamos entender um pouco sobre como imprimir o guia previdência social e pagar a contribuição do INSS.

contribuinte-autonomo-inss-1

Guia previdência social autônomo INSS

Agora que você já viu os valores e a alíquota da contribuição autônoma do INSS vamos entender como pagar o valor. Agora vamos falar como você pode emitir o guia previdência social e pagar a contribuição.

A contribuição do INSS é paga pelo documento guia previdência social. Para facilitar o atendimento e evitar erros o INSS disponibiliza um sistema para realizar o cálculo do quanto contribuir. O mesmo sistema além de realizar o cálculo emite o documento pronto para o pagamento do mesmo.

O sistema disponibilizado pelo INSS para facilitar o pagamento da contribuição chama sistema de acréscimo legais. Por ele a pessoa física ou o empregador pode emitir o guia previdência social e pagar o valor da contribuição. As informações que você irá precisar para realizar o serviço são: a categoria de contribuição e o número do PIS.

Com apenas essas informações você pode calcular o valor a ser pago como contribuinte autônomo para o INSS. O sistema também libera o documento pronto para o pagamento. Realizando o pagamento em dia você tem direito a todos os serviços do INSS como aposentadoria e outros benefícios de seguridade.

Acima você entendeu como pode realizar o cadastro no INSS como contribuinte autônomo. Foi explicado também como funciona a alíquota, tabela e o valor a ser pago como contribuinte autônomo do INSS. Por último explicamos como você pode emitir o guia da previdência social para realizar o pagamento da contribuição.

Para ter mais informações sobre as formas de contribuição do INSS pode acessar a página oficial do INSS. Pelo site da instituição você também pode ter mais informações sobre os serviços disponibilizados para os contribuintes. Outra forma de ter mais informações sobre o INSS é pelo número de telefone 135.

inss-contribuinte-autonomo