Novo reajuste do INSS 2019

Entenda o que muda com o novo reajuste do INSS 2019 e descubra quem será beneficiado pelas mudanças ocorridas  

novo reajuste do INSS 2019 propõe que o salário mínimo pago aos trabalhadores brasileiros ultrapasse a casa de mil reais. Essa informação foi divulgada recentemente através da lei de Diretrizes Orçamentarias.  

50novo-reajuste-INSS-2019

O salário mínimo que atualmente está vigente é de R$ 954 e se for considerado esse dado, o valor real do aumento tem grande representatividade para milhares de pessoas que poderão ver seus ganhos aumentados com tal mudança.  

Afinal, é mais de cinquentas reais de aumento no final do mês. Pode parecer pouco, mas a quantia poder representar muito para milhares de brasileiros e brasileiras que dependem unicamente dessa renda para viver, se sustentar e prover o sustento de suas famílias.  

Neste artigo abordaremos as mudanças trazidas pelo novo reajuste do INSS 2019 e os impactos causados na vida de tantos beneficiários. 

A partir de quando começa a valer o novo reajuste do INSS 2019 

O reajuste do INSS 2019 começa a valer a partir de janeiro do mesmo ano. Os pagamentos começarão a ser realizados efetivamente a partir do mês de fevereiro. A lei que regulamenta a fórmula através da qual o salário mínimo é calculado é a de número 13.152/2015 que considera alguns fatores como resultado do produto interno bruto dos últimos dois anos e a variação do INPC.  

Caso o valor obtido através do PIB seja negativo, somente o outro índice é considerado para efeito de alteração. Embora todos os anos seja divulgada antecipadamente uma estimativa do valor do reajuste, somete no mês de janeiro de cada ano é feita a divulgação oficial do que será fixado.  

De acordo com as expectativas atuais, é esperado que o salário mínimo tenha um reajuste de cerca de 5% em comparação ao valor vigente. Nesse caso, a correção será bem maior que a do ano atual que foi de apenas 1,81%. 

Inclusive essa correção foi a menor praticada nos ultimos 24 nos. A notícia que circula é que o próximo ano será a última vez em que será usada a regra de calculado que considera os itens mencionados neste artigo.  

Reajuste nos benefícios do INSS e no salário mínimo 

Estimamos que mais de 40 milhões de trabalhadores e trabalhadoras brasileiras tenham como renda mensal um salário mínimo e nesse grande grupo estamos considerando também os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Social.  

50reajuste-INSS-2019-como-funciona

Dessa forma o reajuste anual do INSS afetará tantos os trabalhadores que hoje se encontram trabalhando com registro em carteira, como também aqueles que são se aposentaram e recebem aposentadorias da Previdência Social mensalmente. 

Embora seja um aumento considerado pequeno, é muito aguardado por todas as pessoas que dependem desse salário para sobreviver. 

Novo reajuste do INSS 2019 para quem recebe mais do que um salário mínimo 

Conforme já mencionamos, haverá aumento no pagamento do salário mínimo tanto para os trabalhadores que atualmente trabalham com carteira assinada e contribuem com o INSS quanto para os aposentados e pensionistas da Previdência Social. 

Porém, além do reajuste sofrido no salário mínimo, também sofrerão reajustes salários maiores. No caso do teto previdenciário, o reajuste previsto será de 3,3% e nesse caso o salário que hoje é R$ 5645 passará para R$ 5832 aproximadamente. 

Portanto, dessa forma o reajuste para os valores acima do teto será superior aos aumentos do salário mínimo e isso já acontece pelo terceiro ano consecutivo. Existem algumas teorias para isso, mas certamente a mais impactante e que de fato pode ser levada em consideração com maior certeza é que a explicação seja devido a regra usada para o cálculo. 

Embora o aumento do salário mínimo e demais valores seja algo necessário, é notório que o valor esperado é muito baixo e bem menor do que o que é necessário para satisfazer os interesses e necessidades dos brasileiros. 

Estudos apontam para o fato de que uma família de 4 pessoas teria que receber em média R$ 3700 para viver razoavelmente bem e com condições de arcar com despesas referente a educação, roupas, higiene pessoal, alimentação, lazer, previdência e transporte. 

Impacto do novo reajuste do INSS 2019 em relação a margem consignável para empréstimo pessoal 

O valor da margem consignável se manterá na mesma porcentagem trabalhada hoje que é 35% sob valor liquido recebido pelo aposentado ou pensionista da Previdência Social. 

50novo-reajuste-INSS-2019-valor

Portanto, o reajuste do salário mínimo ocasionara mudanças no valor das parcelas. O aumento no salário fara com que o valor da margem consignável aumente e dessa forma o beneficiário poderá até mesmo realizar um novo empréstimo uma vez que uma pequena margem será liberada. 

No caso do cartão de crédito, a margem é um pouco maior porque com o aumento, 5% a mais são destinados para ser usados exclusivamente para esse produto. Ou seja, o reajuste no INSS 2019 permitirá que o beneficiário possa ter mais dinheiro em mão.