Pensionista do INSS pode trabalhar registrado?

Descubra se pensionista do INSS pode trabalhar com carteira de trabalho registrada e se isso impacta no pagamento do benefício 

Muitos brasileiros e brasileiras recebe pensão do Instituto Nacional de Seguro Social e uma das dúvidas de muitos deles é se o pensionista do INSS pode trabalhar registrado, ou seja, se pode ter sua Carteira de Trabalho e Previdência Social assinada sem perder o benefício já adquirido.  

pensionista-do-INSS-pode-ter-carteira-de-trabalho-assinada

Algumas pessoas perdem até mesmo boas oportunidades de trabalho pelo simples medo de deixar de receber o benefício do INSS. Existem muitos relatos na web de pessoas que já fizeram tal procedimento por não saber com exatidão sobre a lei que rege e regulamenta esse assunto.  

Em uma simples busca pela internet, se percebe que existem muitas informações desencontradas e até errôneas sobre o tema e isso pode confundir ainda mais quem já está em dúvida sobre a pensão do INSS e o trabalho com registro em carteira.  

Para tirar e esclarecer essa dúvida, se afinal o pensionista do INSS pode ter sua carteira de trabalho assinada, fomos atrás orientações sobre o tema e encontramos respostas bem interessantes e definitivas sobre o assunto. Confira  

Quem pode ser pensionista do INSS 

Antes de responder a tal aguardada pergunta, vamos esclarecer quem é o pensionista do INSS e como uma pessoa pode vir a se tornar um beneficiário do órgão, quem são as pessoas a quem se destina o benefício e outros detalhes importantes.  

Todos os meses os segurados contribuem com a Previdência Social pagando sua contribuição que é recolhida pelo órgão. A contribuição é realizada através do desconto em folha de pagamento, no caso dos segurados da categoria Empregados. 

Todos os meses uma descrição referente ao desconto ao INSS pode ser visualizada no holerite. Certamente você já deve ter visualizado essa informação no seu. 

Os demais contribuintes pagam na rede bancaria a guia GPS até o dia 15 de casa mês. Independentemente da forma como o pagamento da contribuição é feita, o segurado que efetua os pagamentos tem vários direitos previdenciários garantidos. 

Esses direitos se estendem aos seus herdeiros que são considerados seus dependentes. Nesse grupo estão inclusos cônjuges e companheiros, filhos não emancipados até 21 anos, filhos de qualquer idade que tenham deficiência física, mental ou intelectual, pais, irmão inválidos de qualquer idade.  

Dessa forma se o segurado vier a falecer ou desaparecer e ter sua morte declarada, os dependentes têm direito a ser pensionista do INSS conforme orienta a lei que rege os benefícios previdenciários no Brasil.  

Pensionista pode trabalhar com registro em Carteira de Trabalho e Previdência Social? 

Agora que já esclarecemos quem são as pessoas que podem se tornam pensionistas do INSS vamos avançar no assunto. 

Afinal, pensionistas do INSS podem trabalhar com carteira assinada? E a resposta é clara e definitiva. Sim o pensionista pode trabalhar com registro em sua CTPS.  

pensionista-do-inss-pode-trabalhar-com-registro-em-carteira

No caso dos filhos, a cessação do pagamento ocorre logo que este completa 21 anos de idade e somente dessa forma o benefício é interrompido. 

No caso dos cônjuges ocorre a mesma situação, porém não há data limite para que o benefício seja encerrado. O pagamento é realizado de forma vitalícia e o beneficiário pode trabalhar com registro em carteira e contribuir para com o INSS. 

Dessa forma quando for a época de se aposentar, esse beneficiário terá direito a dois benefícios sendo a pensão e sua própria aposentadoria gerada através das contribuições realizadas em seu nome durante sua carreira profissional. 

Portanto se o pensionista do INSS deseja ingressar no mercado de trabalho registrado, não perca tempo, pois isso em nada comprometera ou prejudicara o recebimento da sua pensão por morte adquirida em consequência do falecimento da pessoa da qual era dependente.  

Onde tirar dúvidas sobre a pensão do INSS? 

A pensão por morte é um benefício garantido pelo INSS ao herdeiro do segurado falecido e abrange um grande grupo de pessoas desde cônjuge aos pais, desde que comprovadamente estes sejam dependentes financeiros do segurado que morreu.  

Informações mais detalhadas sobre os pormenores do benefício, documentos que devem ser entregues na data da formalização do pedido de pensão, formulários e outros itens importantes podem ser consultadas através da central de atendimento telefônica do INSS. 

pensionista-pode-trabalhar-registrado

Essa central de atendimento facilita para o segurado e beneficiários que podem obter informações e sanar problemas ligando para o número 135. Algumas questões são resolvidas pelo próprio telefone e isso facilita, pois, o requerente não tem que se deslocar até um posto de atendimento para ser atendido.  

Porém, se preferir se deslocar até uma agencia do INSS, o procedimento para tirar dúvida é bem simples. Basta apresentar um documento oficial com foto e solicitar que seja verificada a sua situação.  

Agora que você já sabe com certeza que o pensionista do INSS pode trabalhar com registro em carteira, não perca tempo e comece a aproveitar as oportunidades.