Previdência Privada como complemento da Aposentadoria

Entenda como funciona o plano de previdência privada com o objetivo de complementar aposentadoria  

São bastante comuns as dúvidas sobre os benefícios previdenciários e um desses temas que requerem maiores esclarecimentos é referente aos planos de previdência privada como complemento da aposentadoria do INSS 

14como-funciona-previdencia-privada-como-complemento-de-aposentadoria

É claro que todas as pessoas que contribuem mensalmente com o INSS, aguardam o momento de finalmente solicitar a sua aposentadoria e ir curtir a vida sem maiores preocupações. Afinal são anos dedicados ao trabalho e nada mais justo que o merecido descanso. 

Porém, uma das preocupações vai além do fato de se aposentar, pois o mais interessante é ir descansar, mas com a certeza de que receberá mensalmente um bom pagamento. Infelizmente, por vários fatores, isso nem sempre ocorre. 

E é aí que muitos optam por pagar previdência privada para complementar o valor da aposentadoria, mas será que isso é vantajoso para o contribuinte que já paga um valor mensal de contribuição? 

O que é previdência Privada  

previdência privada é um sistema que não está relacionado ao Instituto Nacional de Seguro Social INSS, mas que é regulado e fiscalizado diretamente pelo SUSEP – Superintendência de Seguros Privados que é um órgão que responde ao governo federal. 

O plano de previdência pública e privada possuem grandes diferenças em suas regras e disposições gerais. Uma delas é que na previdência privada, é possível escolher o valor de contribuição desejado e o tempo pelo qual a contribuição será realizada.  

Claro que quanto maior for o valor contribuído e quanto maior for o tempo de contribuição, maior será o retorno desse investimento no futuro. 

Outra diferença especifica do plano particular é que se em algum momento o contribuinte desistir de paga-lo, este tem o direito de resgatar o valor pago.  

Quanto o cidadão interessado opta por começar a pagar um plano de previdência privada, são apresentados todos os planos disponíveis e as formas de tributação que podem ser livremente escolhidas de acordo com o interessado individual do contratante. 

Podemos afirmar que a variedade de opções de investimentos e a flexibilidade em se adequar a necessidade de cada cliente, é a principal diferença da previdência particular em relação a privada.  

Como contratar um plano de previdência privada  

Existem no mercado várias empresas que ofertam o plano privado de previdência e existem várias formas de contribuir como por exemplo em conta única ou em parcelas mensais.  

14aposentadoria-privada-como-complemento-de-aposentadoria

Ao solicitar a contratação do plano, é realizada a assinatura de um contrato onde devem constar todos os detalhes sobre a opção escolhida e o regime de tributação que rege o documento contratual. 

Aliás, o correto é que antes da assinatura do contrato seja informado ao cliente todos os tipos de previdência existentes para que este possa escolher o plano que mais se adequa a sua situação real.  

Como exemplo vamos citar duas opções e para quem elas são indicadas. Confira: 

  • Plano gerador de benefício livre – PGBL – Plano indicado para contratantes que possuam renda mensal alta uma vez que o valor pago referente ao plano pode ser abatido no imposto de renda. 
  • Vida gerador de benefício livre – VGBL – Neste caso o valor não pode ser abatido no imposto de renda. Porém ao sacar o resultado do investimento, se houver a necessidade, o imposto é cobrado sobre o valor inicial. 

Um detalhe importante é que esses planos podem ser atrelados a uma espécie de pensão por morte que no caso do falecimento do segurado, o valor é pago a família. No caso do segurado deixar de trabalhar, por qualquer que seja o motivo, o valor é pago a ele mesmo.  

Para efetuar a contratação de um plano de previdência privada basta entrar no site da SUSEP – Superintendência de Seguros Privados, pois a página apresenta todas as instituições devidamente cadastradas e que estão aptas a realizar contratos com quem estiver interessado na contratação.  

Salientamos que não há a necessidade de comprovação de renda, não há idade mínima e qualquer pessoa pode realizar a contratação. Importante saber que esse é um investimento que somente trará retorno a longo prazo. 

É possível complementar a aposentadoria através da previdência privada? 

Para muitas pessoas certamente este é um assunto totalmente novo e podem surgir eventuais dúvidas sobre algum item que não citamos e se esse for o seu caso, é possível tirar dúvidas diretamente com a SUSEP – Superintendência de Seguros Privados. 

14previdencia-privada-como-complemento

Além do site da entidade, o interessado pode ir até o endereço da SUSEP que fica localizada no Rio de Janeiro – RJ, rua Buenos Aires e número 256. A regional está localizada em São Paulo – SP, rua Formosa, número 367, sexto andar. 

O telefone para contato é o 0800 21 8484. Evidentemente a previdência privada como complemento de aposentadoria é uma ótima opção de investimento pensando no futuro e na tranquilidade de receber uma aposentadoria mais rentável.