Regimes da Previdência – RPC, RPPS e RGPS

Regime próprio  previdência social

Entenda abaixo quais são os regimes previdenciários e como funciona cada uma delas. Abaixo iremos falar mais informações do regime próprio e geral da previdência social e o regime complementar. Primeiro iremos falar sobre o regime proprio da previdencia social, RPPS.

O regime proprio da previdencia social, RPPS, é um regime da previdência social exclusivo para servidores públicos do ente federativo. Esse regime é compulsório desses servidores e funciona de forma parecida com o regime geral previdência social. Oss empresas públicas, os agentes políticos, servidores temporários e detentores de cargos de confiança não tem direito a esse regime previdenciário.

Nesse regime de previdência própria da previdência social o servidor tem direitos a alguns direitos. Entre esses direitos estão: aposentadoria por invalidez, aposentadoria compulsória, aposentadoria voluntária por idade ou por tempo de contribuição e a aposentadoria especial.

Esse sistema diferenciado foi criado pelo governo a fim de organizar melhor a previdência social no caso de servidores públicos. A pensão por morte também é um dos benefícios oferecidos por esse regime previdenciário.

Para ter mais informações sobre o regime proprio da previdencia social você pode acessar a página do INSS. Por essa página você terá todas as informações sobre esse regime da previdência e como funciona. Abaixo iremos falar do regime geral previdência social, RGPS. Entenda mais sobre esse regime previdenciário abaixo.

regimes-previdenciarios

Regime geral previdência social

Agora iremos explicar como funciona o regime geral da previdência social, RGPS, e quem tem acesso a esse regime. Diferente do regime próprio previdência social o regime geral previdência social é destinado a trabalhadores e cidadãos não servidores. Entenda mais agora.

No regime geral previdência social, RGPS, o trabalhador pode contribuir e ter acesso a diversos benefícios. Essa contribuição é feita geralmente pelas empresas que assinam a carteira dos trabalhadores. Porém o INSS disponibiliza outras formas de contribuição como a contribuição facultativa ou autônoma.

Quando se contribui você tem direito a acessar os benefícios que o INSS disponibiliza. Esse é o regime da previdência social mais conhecida por ser o que contém mais contribuinte. Os benefícios oferecidos por esse regime previdenciário tem caráter de seguridade social. Eles buscam dar apoio ao trabalhador em caso de algo aconteça.

Para ter mais informações sobre os serviços oferecidos pela previdência social pelo regime geral você pode acessar a página oficial do INSS. Por lá você terá acesso além de todas as informações necessárias terá vários serviços online. Abaixo iremos falar do regime da previdência complementar e como funciona.

rgps

Regime previdência complementar

Por último explicaremos agora o regime previdenciário complementar. Entenda a diferença entre esse regime para os regimes da previdência social e como funciona. Acima você entendeu um pouco mais do regime proprio da previdencia social e o regime geral da previdência social. Agora iremos falar da diferença da previdência complementar para os demais.

O regime previdenciário complementar, diferentes dos regimes da previdência social, é feita por uma agência particular. Os regimes previdenciários são organizados pelo governo. Já na previdência complementar os bancos e agências que cuidam. Nessa forma de previdência você pode investir o dinheiro que o banco ou as agências irão guardar.

A previdência complementar funciona da seguinte maneira: você investirá um dinheiro e poderá ir adicionando ou retirando sempre que possível. Porém por ser uma agência particular é cobrado uma taxa sobre os valores. Há duas taxas principais nessa forma de investimento.

Porém por conta dessas taxas nem sempre vale a pena o investimento no regime de previdência complementar. Muitas pessoas utilizam a previdência complementar junto com a previdência privada para aumentar a renda no momento da aposentadoria.

Quando você investe um valor na previdência complementar é possível ir adicionando valores. Sobre esse valor investido é cobrado uma taxa, a taxa da administração. E sobre os valores que entram ou saem da previdência há a taxa de carregamento. A porcentagem dessas taxas variam de acordo com o banco ou agência que você escolheu.

Como dito acima muitas pessoas utilizam a previdência complementar como uma complementação da aposentadoria. Porém muitas famílias utilizam a previdência complementar para guardar dinheiro para algum plano como comprar uma casa ou pagar faculdade.  Indo até uma agência ou banco que realiza a previdência complementar você pode ter mais informações. É possível também realizar simulações do seu investimento para saber se vale a pena no seu caso.

Acima você viu como funciona e qual a diferença dos três principais regimes previdenciários. Primeiro explicamos regime próprio previdência social, RPPS. Depois você teve mais informações sobre o regime geral previdência social, RGPS, o mais conhecido regime previdenciário. E por último explicamos como funciona o regime previdência complementar. Dessa forma você entendeu os principais regimes previdenciários e como funciona os mesmos. Para ter mais informações sobre os regimes da previdência social pode entrar em contato com o INSS. E para saber mais sobre a previdência complementar pode ir até um banco ou agência que realiza esse tipo de investimento.

rpc-rpps-rgps